terça-feira, 24 de setembro de 2013

EMERSON, LAKE & PALMER

Arte de Batata
Às 20h30 os alto-falantes anunciam: “Ladies and Gentleman, Emerson, Lake & Palmer”, e cada um vai subindo ao palco nesta mesma ordem para saudar o público de mais de duas mil pessoas em plenas ruas da cidade de Gramado/RS como uma das atrações do Festival de Cinema da cidade, no dia 10 de agosto de 1997. Entre estes espectadores, alguns atores e atrizes que estavam no evento circularam entre o público, como José Wilker, aproveitando para dar uma ‘espiada’ na banda.

O show foi algo fora do comum. Confesso que não esperava algo tão impressionante como me foi proporcionado por EL&P. O ponto culminante foram as baladas “From the Beginning” e “Lucky Man”, esta cantada em coro uníssono de Greg Lake e o público. O tecladista Keith Emerson fez sue show a parte em um número com um tema muito complexo onde mostrou toda sua técnica, para logo em seguida atacar com o ‘boogie-woogie’ “Honky Tonk Train Blues”, simplismente divino. Dentro daqueles momentos programados para parecer obra do acaso, Carl Palmer anuncia um probleminha em sua bateria e Emerson e Lake aproveitam para um rápido improviso que no final foi aplaudido pelo público com Lake fazendo cara de que foi coisa  de momento. Palmer mostrou porque é considerado um dos principais bateristas do rock progressivo em um solo destruidor de quase dez minutos.

O show como falei foi espetacular para quem conhece o trabalho deles e algo fenomenal para os fãs de carteirinha da banda, que alías tinham muitos, pois pata todo lado se encontrava ‘coroas’ dando soquinho no ar. Para finalizar, no bis, Emerson literalmente assassina um velho órgão com dois punhais, mas ainda resiste para o tecladista rolar no palco e tocar sobre ele com as notas invertidas. Foi delírio direto do público.

Texto: Denilson Rosa dos Reis

Ilustração: Batata (SP)

Um comentário:

  1. O velho órgão, Denilson, possivelmente fosse um hammond b3, com seu som único e maravilhoso!

    ResponderExcluir