sábado, 1 de julho de 2017

Steve Vai em Porto Alegre

Arte de Adão de Lima Júnior
O guitarrista Steve Vai esteve em Porto Alegre/RS com a turnê Passion And Warfare 25th Anniversary, onde tocou no auditório Araújo Vianna no dia 06 de junho de 2017.

Para comemorar os 25 anos do lançamento do clássico disco “Passion and Warfare”, Steve Vai saiu em turnê mundial. Em 2017, fez vários shows no Brasil e América Latina no primeiro semestre. Porto Alegre/RS não ficou de fora e os gaúchos puderam ver de perto esta verdadeira lenda da guitarra numa fase fantástica e madura de sua carreira.

Impossível não se emocionar ao ver no telão a cena do filme A Encruzilhada (Crossroads), em que o “diabo” vem cobrar o contrato do jovem guitarrista interpretado por Ralph Macchio. Os solos de guitarra deste filme foram criados por Vai e ele tem que se orgulhar muito de tal criação. Logo Steve aparece com um visual futurista num palco totalmente escuro. Estava começando uma viagem pelo mundo dos solos de guitarra que deixaria o público alucinado por mais de 2h.

Steve Vai fez um primeiro bloco apresentando algumas canções de sua carreira, como “The Crying Machine”, até conversar com o público e apresentar a celebração dos 25 anos de “Passion and Warfare”. Durante a apresentação, foi chamando alguns convidados que apareciam num telão com imagens pré-gravadas, para tocar com ele. O primeiro foi o guitarrista do Queen, Brian May. Mas também tocou com seus contemporâneos como Joe Satriani, que gravou várias intervenções com visuais diferentes e criativos. Não esqueceu também de seu grande amigo com quem começou sua carreira, Frank Zappa.

Os gaúchos tiveram um algo a mais, Steve comemorou 57 anos de vida no dia de sua apresentação em Porto Alegre e claro que teve o tradicional “parabéns pra você”. Mas o momento mágico do show, sem dúvida, foi com a música “For The Love Of God”. Aqui era possível ver o público em gritos e lágrimas aos solos de Steve Vai. Momento de arrepiar!

Confira Steve Vai ao vivo em Porto Alegre clicando na imagem abaixo:


Confira galeria de fotos de Steve Vai em Porto Alegre clicando na imagem abaixo:


Texto, fotos e vídeo: Denilson Reis
Edição de vídeo: Fernanda Reis

sábado, 28 de janeiro de 2017

Black Sabbath em Porto Alegre

Arte de Sandro Andrade
Lembro bem do ano de 1992 quando assisti ao Black Sabbath pela primeira vez em Porto Alegre/RS. Foi no ginásio Gigantinho completamente lotado e com a formação praticamente completa. Naquela turnê, Ozzy Osbourne deu lugar a Ronnie James Dio. Dio não era da formação clássica, mas se tornou tão clássico quanto Ozzy em grandes discos do Sabbath.

Quando Ozzy esteve em Porto Alegre no ano de 2011, também no Gigantinho, aproveitei para completar o meu álbum de figurinhas do rock. Também não deixei passar a oportunidade de levar meu filho em 2015 para ver o Ozzy Osbourne na Monster Tour que passou por Porto Alegre no estádio do São José. Mas faltava ver o Ozzy comandando o Sabbath, oportunidade que deixei escapar em 2013.

Quando o Black Sabbath anunciou a turnê “The End”, que segundo eles, marcará o fim oficial da banda, e surgiu a data de 28 de novembro em Porto Alegre, não pensei duas vezes. No primeiro dia da venda dos ingressos corri e garanti duas entradas, uma para mim e outra para meu filho. Era a oportunidade de ver o Ozzy ao lado de Tony Iommi e Geezer Butler.

O show realmente foi em tom de despedida. Ozzy não conseguiu contagiar o público tanto quanto em shows anteriores em Porto Alegre. Iommi esteve tranquilo no palco e Butler continua esbanjando toda sua elegância. O repertório não deixou de fora grandes clássicos como “Iron Man” e “War Pigs”. Abriram com “Black Sabbath” e encerraram como todos imaginavam, com “Paranoid”. Show enxuto, 1h30min de palco com apenas uma música no bis.

O show poderia ter sido mais empolgante, mas foi satisfatório e, ter a oportunidade de presenciar este momento da carreira do Black Sabbath foi como o próprio nome da turnê já diz: uma grande despedida de nossos ídolos. Obrigado Black Sabbath!

Confira Black Sabbath ao vivo em Porto Alegre clicando na imagem abaixo:



Confira galeria de fotos do Black Sabbath em Porto Alegre clicando na imagem abaixo:


Texto, fotos e vídeo: Denilson Rosa dos Reis
Edição de vídeo: Fernanda Barbosa dos Reis
Ilustração: Sandro Andrade (RS) - contato click aqui

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Guns N’ Roses em Porto Alegre

Arte de Jader Corrêa
No final dos anos 80 e início dos 90 uma banda de rock passou a chamar a atenção do público e crítica por reviver os grandes momentos do chamado hard rock. Esta banda atendia pelo nome de Guns N’ Roses. Mas, para os saudosistas do passado, ficava aquele incomodo de que eles jamais seriam os novos Led Zeppelin da vida. Quando a banda veio pela primeira vez no Brasil, no Rock in Rio de 1991, comprovou que se tratava de uma grande banda e tinha um verdadeiro “monstro” na guitarra: Slash.

Após a saída de Slash, a banda esteve duas vezes em Porto Alegre, mas com apenas Axl Rose da formação clássica. Até assisti ao show de 2014, mas para mim, Guns sem o Slash não é Guns. Assim, quando a banda anunciou que retornaria com três de seus integrantes originais (Axl, Slash e Duff) e tocariam em Porto Alegre, não pensei duas vezes, era a oportunidade de ver o Slash frente ao Guns N’ Roses.

O terceiro show do Guns em Porto Alegre ocorreu no Estádio Beira-Rio no dia 08 de novembro de 2016. O público foi de quase 50 mil espectadores. A noite começou com dois shows de abertura. Primeiro veio a DJ Karine Larré, que botou para rodar clássicos do rock e ainda contou com a participação do guitarrista de blues Fernando Noronha numa live. Depois, foi a vez da banda Scalene mostrar o seu rock.

Quando o relógio marcou 21h30 o Guns N’ Roses sobiu ao palco ao som de "It's so Easy". Lá estavam Axl Rose (voz), Slash (guitarra) e Duff Mc Kagan (baixo), abrindo a turnê Not In This Lifetime Tour Latin America, no Brasil. O show foi marcado por uma série de clássicos da banda, para fã algum reclamar. Mas, independente das músicas, lá estava ele, Slash, empunhando sua Gibson e tocando os solos que marcaram uma época. O guitarrista mostrou que realmente é a alma do Guns, com todo o respeito aos demais integrantes. Ver, por exemplo, uma versão “guitarrera” e instrumental da clássica “Whish You Are Here”, do Pink Floyd, não tem preço.

Com este show, o público gaúcho pode voltar para casa com a satisfação de quem viu uma verdadeira lenda do rock ao vivo em sua cidade.

Confira Guns N’ Roses ao vivo em Porto Alegre clicando na imagem abaixo:



Confira galeria de fotos do Guns N’ Roses em Porto Alegre clicando na imagem abaixo:




Texto, fotos e vídeo: Denilson Rosa dos Reis
Montagem do vídeo: Fernanda Barbosa dos Reis
Ilustração: Jader Corrêa (RS)